submit
twitter
Já faz tempo que carrego uma dor no peito muito maior do que eu possa suportar. Vou andando sem destino, são tantas luzes sem significado, anonimas, sem recado, olhares que passam em alta velocidade. Me esforço em passadas curtas, me intimido perante o destino oco de um beco qualquer. Sou apenas um corpo que caminha sem respiração. - Elisa Bartllet
12345»
theme + details
home
ask
shit

indiretas:

indiretas:

indiretas:

e você me respeita que eu sou da época que a miley cyrus era a hannah montana


indiretas:
“Se eu fosse eu, reagiria. Diria exatamente o que eu penso e sinto quando alguém me agride sem perceber. Deixaria minhas lágrimas rolarem livremente, não regularia o tom de voz, nem pensaria duas vezes antes de bronquear, mesmo que mexicanizasse a cena. Reclamaria em vez de perdoar e esquecer, em vez de deixar o tempo passar a fim de que a amizade resista, em vez de sofrer quieta no meu canto. Se eu fosse eu, não providenciaria almoço nem jantar, comeria quando tivesse fome, dormiria quando tivesse sono, e isso seria lá pelas nove da noite, quando cai minha chave-geral. Acordaria então às cinco, com toda a energia do mundo, para recepcionar o sol com um sorriso mais iluminado que o dele, e caminharia a cidade inteira, até perder o rumo de casa, até encontrar o rumo de dentro. Se eu fosse eu, riria abertamente do que acho mais graça: pessoas prepotentes, que pensam saber mais do que os outros, e encorajaria os que pensam que sabem pouco, e sabem tanto. Eu faço isso às vezes, mas não faço sempre, então nem sempre sou eu. Se eu fosse eu, não evitaria dizer palavrões, não iria em missa de sétimo dia, não fingiria sentir certas emoções que não sinto, nem fingiria não sentir certas raivas que disfarço, certos soluços que engulo. Se eu fosse eu, precisaria ser sozinha. Se eu fosse eu, agiria como gata no cio, diria muito mais sim. Se eu fosse eu, falaria muito, muito menos. E menos mal que sou eu na maior parte do dia e da noite, que sou eu mesma quando escrevo e choro, quando rio e sonho, quando ofendo e peço perdão. Sou eu mesma quando acerto e erro, e faço isso no espaço de poucas horas, mal consigo me acompanhar. Se eu fosse indecentemente eu, aquele eu que refuta a Bíblia e a primeira comunhão, aquele eu que não organiza sua trajetória e se deixa levar pela intuição, aquele eu que prescinde de qualquer um, de qualquer sim e não, enlouqueceria, eu.”
~ Martha Medeiros. (via doistonsdeamor)

indiretas:
“A vida é curta demais para ficar se lamentando por pessoas insignificantes.”
~ Megan Fox.  (via promessasvazias)

indiretas:
“Sei que pode parecer loucura ou egoísmo… Ou como se estivesse vivendo no passado, algo assim. Mas você era o amor da minha vida. Não sei… Achei que eu fosse o seu também.”
~ Gossip Girl. (via doistonsdeamor)

indiretas: